Rio 2016

20 de fevereiro de 2015

  
Desde que o Rio de Janeiro foi escolhido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) para sediar os jogos Olímpicos e Paralímpicos em 2016, o Brasil iniciou uma contagem regressiva. São muitos os detalhes a serem resolvidos muito antes dos jogos propriamente ditos começarem. A Boneleska Bonés, especialista em produtos licenciados, saiu na frente vencendo a concorrência pública para fabricação de produtos para a cabeça. A diretora comercial Siumara Costa, explica que desde o edital lançado no início de 2014 pelo COI, juntamente com a Confederação Olímpica Brasileira (COB), até o processo de habilitação técnica e o resultado do vencedor, mais de seis meses de trabalho foram necessários. 

“Dezenas de empresas concorreram em diversas etapas. Desde avaliação financeira dos participantes, pedidos de certidões negativas, plano de sustentabilidade, auditoria, apresentação de amostras, entre outras. Em cada fase, os concorrentes foram sendo eliminados. Assim como nos jogos, somente uma empresa ganha o ouro em cada categoria. E a Boneleska foi a vencedora”, ressaltou Siumara Costa.

Com a licença de fabricação dos produtos para cabeça, ou seja, bonés, viseiras, toucas e chapéus, novas necessidades surgiram. “A partir daí, começou o processo de fabricação das primeiras amostras dos bonés com os mascotes. Foram mais três meses de sigilo absoluto sobre os personagens que iriam representar os jogos. Tanto que escolhemos cinco funcionários dos setores de desenvolvimento de produto, bordado, costura e acabamento. Eles trabalharam à noite e aos finais de semana, quando a fábrica estava fechada. E cada amostra tinha que ser levada pessoalmente para o Rio de Janeiro. Foi uma tarefa árdua, mas que nos rendeu uma experiência incrível”, conta Siumara.
 

O lançamento oficial dos mascotes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos aconteceu ao vivo durante o programa Fantástico da Rede Globo de televisão, no dia 23 de novembro. “Após o lançamento, já no dia 24, estávamos comercializando 17 modelos na Feira Internacional do Setor Infanto, Juvenil e Bebê, em São Paulo.

Para alcançar os números expressivos a empresa investiu em adequação de estrutura física, maquinários e no treinamento da equipe. “Respeitamos o pedido dos auditores para garantir uma qualidade ainda maior aos produtos que deve alcançar os clientes internacionais também”, ressaltou Siumara.
 

Dentro de todo o cenário, nos próximos dias a empresa começa os estudos e desenvolvimento dos bonés específicos para os mascotes. “Daremos vida aos personagens assim como fizemos com o Fuleco, onde desenvolvemos um boné com a forma do Tatu Bola. Aliás, o produto mais vendido entre os licenciados do mundial de futebol. Para isso, vamos dedicar cerca de três meses a esta etapa”, analisou.

Neste ano, o COI reconheceu o trabalho da Boneleska com o Prêmio Performance Rio 2014. A empresa foi destaque pela organização dos processos, prazos e metas de produção.

Aguardem! Muitas novidades vem por ai.

siga #boneleska nas redes

Rua Ferro, SN P.Q Industrial Zona Norte
CEP: 86806-320 | Apucarana-PR

(43) 3202-2000

vendas@boneleska.com.br